Procedimentos de Emergência em Diabetes

Procedimentos de Emergência em Diabetes

 

Dificilmente o seu animal será socorrido por uma equipe de médicos e enfermeiros veterinários treinados para tratamento de diabetes. Em caso de dúvida, sempre trate o animal como se ele estivesse passando por um quadro de hipoglicemia, a menos que você possa confirmar a taxa de glicose através de fitas dosadoras e do uso de um glucômetro.

Procedimento

Obtenha uma pequena quantidade de sangue (de qualquer veia) e com o auxílio de um glucômetro/fitas, determine a taxa de glicose do sangue. Se a taxa de glicose estiver abaixo de 50, o animal está com hipoglicemia (um caso urgente que deve ser tratado o mais rápido possível). Seu cão apresentar uma taxa de glicose acima de 200 , trata-se de um caso de hiperglicemia.

Hipoglicemia

A Hipoglicemia é um problema muito sério e pode levar a óbito caso não seja tratado de modo agressivo. A recuperação no animal em geral é rápida se o tratamento for eficiente e adequado.

1. Começar com glicose a 5%, IV.
2. Administrar 20ml/kg D10 (10% dextrose em solução fisiológica)
3. Re-checar a taxa de glicose repetidamente até que esteja no nível adequado.

Hiperglicemia

Nos casos de hiperglicemia, é recomendável levar o animal o mais rápido possível para uma clínica veterinária ou hospital veterinário. Apesar de ser um quadro grave, em que a vida do animal está em jogo, a hiperglicemia permite que você disponha de mais tempo para socorrer o seu animal. Os mesmos tipos de insulina utilizadas em humanos, são utilizadas nos animais.